“Agora, porém, libertados do pecado, transformados em servos de Deus, tendes o vosso fruto para a santificação, e por fim a vida eterna.”
Romanos 6:22

“Quanto ao mais, sede fortalecidos no Senhor e na força do Seu poder. Revesti-vos de toda a armadura de Deus, para poderdes ficar firmes contra as ciladas do diabo.”
Efésios 6:10-11

 

Pela prática repetida de determinado pecado, você se coloca sob o controle deste. Dominado pelo pecado, você não pode dizer que está seguindo a Cristo de todo o seu coração. Se você persistir na prática do pecado e não der passos bíblicos para vencê-lo, você terá razões para duvidar da genuinidade da sua salvação. A despeito da sua incapacidade inerente para vencer a escravidão do pecado que o domina, Deus providenciou a Sua graça, a Sua misericórdia e o Seu poder para que você, como um crente sincero em Jesus Cristo, vença qualquer pecado. Além do mais, à medida que você vence o poder do pecado pela capacitação divina, o caráter de Cristo se desenvolve em sua vida (baseado em Salmo 119:9-11; Romanos 6:1-14, 8:2; 1 Coríntios 6:9-20; Efésios 2:1-10; 2 Timóteo 2:22; Hebreus 10:26-27; 2 Pedro 1:2-10; 1 João 1:6-2:6; 3:4-10; 4:4; 5:5).

I. O ponto de vista de Deus

(Princípio 91) Deus o considera responsável pelo seu inteiro agir (pensamentos, palavras e ações), incluindo tudo quanto o escravize ou seja considerado como “predisposição genética” ou “dependência” (baseado em Eclesiastes 12:13-14; Ezequiel 18:2-20, esp. versículo 20; Mateus 12:35-37; Romanos 2:1-11; 1 Coríntios 3:8; 2 Coríntios 5:10; Colossenses 3:23-25; 1 Pedro 1:17; Apocalipse 22:12). Você se torna um escravo de qualquer coisa que tenha controle sobre a sua vida (Romanos 6:16-18; 2 Pedro 2:19b).

II. A sua esperança

(Princípio 92) Independentemente de gravidade ou duração, o pecado que o escraviza pode ser vencido completamente e em curto prazo se você seguir o plano completo de Deus para a sua vida (baseado em Romanos 6:17-18; 1 Coríntios 6:9-11, esp. versículo 11; 10:13; 2 Coríntios 5:17; 2 Timóteo 3:16-17; 1 João 5:3-5).

Também se aplicam:
(Princípio 20) Aqueles que estão em Cristo não estão sujeitos ao poder e à penalidade do pecado (Romanos 6:6-7, 14, 18, 23).

(Princípio 21) Deus não permitirá que um crente seja provado ou tentado além do que pode suportar. Ele lhe dá graça e força para suportar as provações e resistir a cada tentação sem precisar pecar (Romanos 8:35-39; 1 Coríntios 10:13; 2 Coríntios 4:7-10, 12:9-10; Filipenses 4:13; Hebreus 4:15-16; 2 Pedro 2:4-9).

(Princípio 22) Nosso Senhor Jesus Cristo concederá misericórdia e proverá graça para ajudá-lo em cada necessidade. Ele intercede continuamente por você diante de Deus Pai, como seu advogado, e entende plenamente as suas fraquezas (Hebreus 2:18, 4:15-16, 7:25; 1 João 2:1).

(Princípio 23) Tribulações e provações contribuirão para desenvolvê-lo e amadurecê-lo em Cristo se você responder como Deus quer (Romanos 5:3-5; Tiago 1:2-4). Deus nunca tem em vista o mal; pelo contrário, os planos divinos com relação a você são para o bem (Gênesis 50:20; Deuteronômio 8:2, 5, 16; Salmo 145:17; Eclesiastes 7:13-14; Jeremias 29:11-13; Romanos 8:28-29; Tiago 1:13-17).

(Princípio 24) A paz e alegria de Deus estão disponíveis ao crente independentemente de outras pessoas, bens materiais ou circunstâncias (Salmo 119:165; Mateus 5:3-12; João 14:27, 15:11, 16:33, 17:13; Romanos 14:17; Filipenses 4:4-7;
1 Pedro 1:6-9).

(Princípio 25) Somente Deus pode transformar as pessoas (Ezequiel 36:26-27; Filipenses 1:6, 2:13); portanto, você não é responsável por mudá-las. Você responde perante Deus apenas pelo próprio agir (Jeremias 17:10; Ezequiel 18:1-20, esp. versículo 20; Mateus 16:27; Romanos 2:5-10; Colossenses 3:23-25; 1 Pedro 1:17) e por fazer a sua parte para viver em paz com os outros (Mateus 5:23-24; Marcos 11:25; Romanos 12:9-21, 14:9; 1 Pedro 3:8-9, 4:8).

(Princípio 26) Quando você confessa os seus pecados, Deus lhe concede perdão e o purifica (1 João 1:9).

Lembre-se de que o seu Pai Celestial é o Deus soberano do universo, que quer o melhor para você (Jeremias 29:11; Romanos 8:28) e levará a termo o propósito que Ele tem para a sua vida (Isaías 46:9-11; Romanos 8:29; Filipenses 1:6, 2:13). Ele promete equipá-lo plenamente para toda boa obra (1 Coríntios 12:7; 2 Timóteo 3:16-17; 1 Pedro 4:9-10) e estar ao seu lado em todas as circunstâncias da vida (Salmos 23:1-6, 121:1-8; 2 Ti-móteo 4:18; 1 João 5:18).

“E não vos embriagueis com vinho, no qual há dissolução, mas enchei-vos do Espírito.”
Efésios 5:18

“Porque a nossa luta não é contra o sangue e a carne, e, sim, contra os principados e potestades, contra os dominadores deste mundo tenebroso, contra as forças espirituais do mal, nas regiões celestes. Portanto, tomai toda a armadura de Deus, para que possais resistir no dia mau, e, depois de terdes vencido tudo, permanecer inaba láveis.”
Efésios 6:12-13

 

Deus derrotou Satanás pela morte e ressurreição do Senhor Jesus Cristo. Por meio desta vitória, Deus também capacitou você para vencer qualquer tentação e forneceu os recursos suficientes para que responda biblicamente a cada problema da vida. Confiando no poder de Deus e mantendo-se obediente à Sua Palavra, você pode ser um vencedor em qualquer situação (baseado em Romanos 6:1-7; 8:31-39, esp. versículo 37; 1 Coríntios 10:13; Colossenses 1:13, 19-23; 2:9-15; 2 Timóteo 3:16-17; Hebreus 2:13-14, 4:15-16; 2 Pedro 1:2-11; 1 João 4:4, 5:4-5).

III. A sua mudança

(Princípio 93) Você deve interromper imediatamente a prática de qualquer pecado que o mantenha escravo ou exerça controle sobre você (despojar-se). Decida estar sob o poderoso controle do Espírito Santo e comprometa-se de coração com a obediência à Palavra de Deus em todas as áreas da sua vida (revestir-se) (Romanos 6:11-18, 22; 8:2-16, esp. versículos 2, 5-6, 14; Gálatas 5:16-17; Efésios 5:18; 2 Timóteo 3:16-17; 1 Pedro 2:11; 2 Pedro 1:2-11).

IV. A sua prática

(Princípio 94) Visto que a Palavra de Deus ensina que aqueles que insistem na prática do pecado não herdarão o Reino de Deus (1 Coríntios 6:9-10; Gálatas 5:19-21; 1 João 3:6-9), examine a si mesmo extensivamente para verificar se você está na fé (i.e., se você é de fato um crente em Jesus Cristo) (baseado em João 3:3, 16-21, 36; Romanos 10:8-11; 2 Coríntios 13:5; 1 João 2:3-6, 3:4-9, 5:11-13).

(Princípio 95) Faça uma avaliação bíblica completa de quando, onde, como e com quem você comete o pecado que o domina (baseado em Salmo 139:23-24; Mateus 7:1-5; 1 Coríntios 11:31) e prepare um plano bíblico para ser vencedor em todas essas situações, revestindo-se de toda a armadura de Deus (baseado em Romanos 6:12-13; 1 Coríntios 6:9-12; Efésios 2:10; 4:1-3, 25-32; 6:10-18; Colossenses 2:6, 3:1-17).

(Princípio 13) Para se apropriar da sabedoria concedida por Deus para que você lide com os seus problemas, é preciso pedir com fé (Hebreus 4:16; Tiago 1:5-8), viver de acordo com a Palavra (Tiago 1:22-25) e depender do poder divino (2 Coríntios 3:4-5; Filipenses 4:13).