“A alma que pecar, essa morrerá: o filho não levará a iniqüidade do pai, nem o pai a iniqüidade do filho; a justiça do justo ficará sobre ele, e a perversidade do perverso cairá sobre este.”

Ezequiel 18:20

“E vós, pais, não provoqueis vossos filhos à ira, mas criai-os na disciplina e na admoestação do Senhor.”

Efésios 6:4

 

Os princípios e preceitos de Deus aplicam-se tanto aos pais como aos filhos. Os pais devem estar unidos em uma só mente ao ensinarem as Escrituras aos seus filhos de modo agradável ao Senhor, e os filhos devem responder ao ensino com fidelidade, agindo como para o Senhor (baseado em Deuteronômio 6:6-7; Salmo 19:7-11; Provérbios 22:6; 1 Coríntios 1:10; Efésios 6:1-4; Colossenses 3:20; 2 Ti-móteo 3:16-17; 2 Pedro 1:3-4).

I. O ponto de vista de Deus

(Princípio 69) Filhos são um presente (herança) do Senhor (Salmo 127:3). Eles devem ser criados segundo as instruções da Palavra de Deus (baseado em Salmo 19:7-11; 2 Timóteo 3:14-17) e não de acordo com as decisões arbitrárias dos pais ou as filosofias do homem (Provérbios 3:5, 16:2; Isaías 55:8-11; 1 Coríntios 3:18-20). Os pais devem educar os seus filhos na disciplina e na admoestação do Senhor (Deuteronômio 4:9; 6:6-7, 20-25; Provérbios 22:6; Efésios 6:4).

(Princípio 70) Os filhos devem honrar e obedecer aos seus pais no Senhor, porque isso é justo e agrada a Deus (Deuteronômio 5:16; Marcos 7:8-10; Efésios 6:1-2; Colossenses 3:20).

II. A sua esperança

(Princípio 47) Deus faz com que todas as coisas cooperem juntamente para o bem daqueles que Lhe pertencem e O amam. Ninguém pode impedir a atuação de Deus na sua vida, nem mesmo os seus filhos ou pais (baseado em Romanos 8:28-29; Filipenses 1:6).

(Princípio 71) Estudando a Palavra de Deus, colocando-a em prática na sua vida e na educação dos seus filhos (baseado em Eclesiastes 12:13-14; Isaías 55:8-11; 2 Timóteo 2:15, 3:16-17) e despojando-se decididamente da confiança em si mesmo, no seu contexto de vida ou na sua criação (Provérbios 3:5, 14:12, 28:26a; 1 Co-ríntios 3:20), você receberá a sabedoria e a orientação de que necessita para ser uma mãe ou um pai piedoso (baseado em Provérbios 3:5-6, 15:33; Tiago 1:25).

(Princípio 72) Filhos, se vocês abandonarem a desobediência, a teimosia e a rebelião (baseado em Deuteronômio 21:18-21; Romanos 1:28-32, esp. versículo 30; 2:5-11; 2 Timóteo 3:1-5, esp. versículo 2; Tito 1:6), e agirem em honra e obediência ao Senhor e aos seus pais (Efésios 6:1-2; Colossenses 3:20), Deus vai abençoá-los (Efésios 6:2-3). Ouçam (levem a sério) a instrução e a disciplina dos seus pais para que vocês possam ser sábios (baseado em Provérbios 13:1, 19:20, 23:19).

 

“Filhos, obedecei a vossos pais no Senhor, pois isto é justo. Honra a teu pai e a tua mãe (que é o primeiro mandamento com promessa), para que te vá bem, e sejas de longa vida sobre a terra.”
Efésios 6:1-3

 

Os padrões e os alvos de Deus para você e os seus filhos são semelhantes. Eles se encontram na Palavra de Deus e têm o propósito de desenvolver em você e em cada um dos seus filhos um caráter semelhante ao de Cristo (baseado em Isaías 55:8-11; Lucas 6:40; Romanos 8:29; 2 Timóteo 3:16-17; 1 Pedro 1:14-16; 2 Pedro 1:3-10).

III. A sua mudança

(Princípio 73) Pais, não insistam em provocar os seus filhos à ira (Efésios 6:4; Colossenses 3:21), mas proporcionem disciplina e admoestação no Senhor (Deuteronômio 6:6-7; Efésios 6:4). Julgando continuamente a si mesmos em todas as áreas da vida (Mateus 7:1-5), vocês devem treinar os seus filhos (Provérbios 22:6; Efésios 6:4) para que tenham prazer no Senhor e andem fielmente nos Seus caminhos (baseado em Salmo 1:1-6; Efésios 4:1-3; 2 Timóteo 3:14-17).

(Princípio 74) Como pais, vocês devem servir aos seus filhos em amor (baseado em Filipenses 2:3-4) mediante disciplina e ensino bíblico fiel (baseado em Deuteronômio 4:9, 6:4-9; 1 Coríntios 4:14-16, 11:1; Filipenses 3:15-17; 2 Tessalonicenses 3:7) para treiná-los nos caminhos do Senhor (baseado em Provérbios 4:1-4, 22:6; Efésios 6:4). Vocês não devem exigir que os seus filhos lhe obedeçam com base apenas em sua autoridade como pais, e muito menos confiar em sua capacidade para educá-los. Pelo contrário, ministrem aos seus filhos como servos fiéis do Senhor Jesus Cristo (baseado em João 13:12-17; 2 Coríntios 3:5-6).

(Princípio 75) Filhos, vocês devem ter boa disposição para aprender à medida que os seus pais lhes ensinam os preceitos, princípios e caminhos do Senhor (Provérbios 1:2-5, 2:1-9, 6:20-23). Vocês devem ouvir com atenção e receber como vindos do Senhor o ensino, a repreensão e a disciplina dos seus pais e de outras pessoas espiritualmente maduras. Desta forma, poderão adquirir sabedoria e não serão seduzidos pelo engano ou maldade daqueles que andam em caminhos falsos (baseado em Provérbios 2:10-15, 3:13-26, 4:10-27, 5:1-23, 13:1, 20:11; Colossenses 1:9-12). Deixem de ser sábios aos próprios olhos (Provérbios 12:15, 21:2) e revistam-se de temor (reverência) e amor ao Senhor, resultantes da obediência à Sua Palavra (Salmo 111:10; Provérbios 3:5-7; João 14:15, 21; 1 João 5:3). Despojem-se, também, de qualquer atitude de rejeição ou negligência para com os ensinos dos seus pais e revistam-se de disposição para ouvir o ensino e a repreensão (baseado em Provérbios 4:1-6, 15:32-33, 19:26; Efésios 6:1; Colossenses 3:20).

(Princípio 4) Quer você esteja na posição de pai ou de filho, a Palavra de Deus deve ser a sua única autoridade em questão de fé e conduta e o único padrão legítimo pelo qual você vai avaliar a sua vida. Não confie em nenhuma outra fonte, visto que a Palavra de Deus provê esperança e dá direção para mudanças em todas as áreas da sua vida (pensamentos, palavras e ações). A Bíblia é suficiente para equipá-lo para ser o tipo de pai ou de filho que você deve ser (Salmo 19:7-11; Provérbios 30:5-6; Colossenses 2:8; 2 Timóteo 3:16-17; Hebreus 4:12; 2 Pedro 1:3-4). Obedecendo à Palavra de Deus, você desenvolverá uma atitude de servo para com a sua família e os demais, à semelhança de Cristo (baseado em Mateus 20:25-28; João 13:12-17; Filipenses 2:3-8; 1 Tessalonicenses 2:13).

IV. A sua prática

(Princípio 76) Com base nos padrões revelados por Deus na Sua Palavra (Salmos 19:7-11; 119:105, 160; 2 Timóteo 3:16-17; 2 Pedro 1:3-4), os pais devem estabelecer responsabilidades e tarefas que possam conduzir a família na disciplina pessoal em direção à piedade (baseado em 1 Timóteo 4:7-8; 2 Pedro 1:3-10) que glorifica a Deus (baseado em Salmos 29:1-2, 145:10-13; Mateus 5:16; 1 Pedro 1:7).

(Princípio 77) Você pode não ser ainda um adulto, mas você deve viver de maneira agradável ao Senhor, procurando ser um crente piedoso e exemplar (baseado em Provérbios 20:11; Colossenses 1:10; 1 Timóteo 4:12). Teimosia e rebeldia não devem fazer parte da sua vida, que será de honra e obediência constante aos seus pais (baseado em Efésios 6:1-2; Filipenses 2:14-16; Colossenses 3:20). Para demonstrar a sua fidelidade ao Senhor, seja um mordomo fiel, embora jovem, de tudo quanto Ele lhe tem dado (baseado em 1 Coríntios 4:2; Colossenses 3:23-24).