Relembrando os Atributos de Deus no Aconselhamento

Quando eu estava na faculdade, Deus usou uma série de meios para me ajudar a crescer como jovem cristão. Era grato por fazer parte de uma igreja saudável e que pregava a Palavra de Deus, tive muitos relacionamentos com outros irmãos e irmãs cristãos que me encorajaram, e também tive contato com um bom número de livros sólidos que aprofundaram minha compreensão de Deus e Seus caminhos. Talvez os livros mais impactantes que li nos primeiros anos da minha caminhada cristã foram livros sobre os atributos de Deus. Charnock, Tozer, Packer e Pink eram todos amigos sábios que me deram uma visão mais completa e majestosa de Deus através de seus textos.

Ao olhar para últimos anos do meu trabalho como pastor, conselheiro e até mesmo amigo, considero, de tempos em tempos, em como fornecer ajuda e cuidado através do ensino dos atributos de Deus. Também é útil lembrar que Deus é completo e pleno em todos os seus atributos e em todos os momentos. Ele não os desliga e liga como um interruptor de luz. Aqui estão alguns destes atributos, como um lembrete para aqueles que cuidam de outros.

Deus é onipotente

A verdade de que Deus é onipotente significa que ele tem poder absoluto, sem limite. Deus não se cansa como nós e seu poder nunca precisa ser recarregado. O escritor de Hebreus disse: “Ele sustenta o universo pela palavra de seu poder” (Hebreus 1.3). Deus tem a mesma quantidade de poder agora que quando ele criou o universo. Quando aconselhamos os outros, estamos apontando-os para este Deus que pode mover montanhas e mudar os corações em um piscar de olhos. Ele não é limitado por energia ou força para agir. Os problemas que enfrentamos e os fardos que suportamos não são maiores que o seu poder. Eles não excedem a capacidade dele.

Há uma grande esperança em nosso aconselhamento porque Deus tem poder ilimitado para o trabalho. Paulo escreveu à igreja do Colossenses para que eles fossem “fortalecidos com todo o poder, segundo a força da sua glória, em toda a perseverança e longanimidade” (Colossenses 1.11). Lembre-se de que Deus é todo poderoso.

Deus é imanente

A Bíblia muitas vezes fala de Deus estar alto acima de nós, sua transcendência. O profeta Isaías escreveu: “Porque, assim como os céus são mais altos do que a terra, assim são os meus caminhos mais altos do que os vossos caminhos, e os meus pensamentos, mais altos do que os vossos pensamentos” (Isaías 55:9). Mas, como uma das suas diversas excelências, ele também é imanente. Isso significa simplesmente que Deus está próximo e se envolve. Não há maior conforto que podemos dar como conselheiros do que a verdade de que Deus está presente em meio a provas e nas situações mais sombrias. Ele está presente e não abandonará os seus filhos.

Nós nunca estamos sozinhos quando Deus é nosso Pai. O salmista Davi disse: “Para onde me ausentarei do teu Espírito? Para onde fugirei da tua face? Se subo aos céus, lá estás; se faço a minha cama no mais profundo abismo, lá estás também; se tomo as asas da alvorada e me detenho nos confins dos mares, ainda lá me haverá de guiar a tua mão, e a tua destra me susterá” (Salmo 139.7–10). As provas podem ir e vir, mas nossa esperança está na verdade de que Deus sempre permanecerá. Lembre-se de que Deus está próximo.

Deus é onisciente

É surpreendente às vezes pensar sobre o quanto há para se saber e o quão pouco sabemos. Esse não é o caso de Deus. Dizer que Deus é onisciente é dizer que sua compreensão e conhecimento são ilimitados. Simplificando, ele sabe tudo. O salmista escreveu: “Grande é o Senhor nosso e mui poderoso; o seu entendimento não se pode medir” (Salmo 147.5). Como é confortador estender para aqueles que aconselhamos a verdade de que Deus conhece perfeitamente todos os detalhes de sua situação. Ele não só sabe, mas ele também entende. Isso também significa, portanto, que Deus possui sabedoria perfeita. Não esqueçamos isso enquanto aconselhamos os outros e apontamos para sua Palavra. Queremos aplicar a Palavra de Deus às situações difíceis na vida, porque Deus sabe melhor. Lembre-se de que Deus sabe tudo.

Deus é imutável

A verdade bíblica de que Deus é imutável significa que ele nunca muda. Ele não se transforma nem muda. Todos os seus atributos e características sempre estiveram lá e sempre estarão lá. No livro de Malaquias, Deus é registrado dizendo o mesmo: “Porque eu, o SENHOR, não mudo” (Malaquias 3.6). Podemos oferecer conselhos bíblicos às pessoas que precisam de mudança e encorajá-los a se apegar àquele que nunca muda.

Quando um aconselhado tem o seu mundo virado de cabeça para baixo, nós podemos e devemos direcioná-los a confiar e descansar em Deus, que permanece fiel e constante. Este deve ser um ótimo lugar de refúgio e uma âncora para a alma. Lembre-se, como Tiago escreveu: “Toda boa dádiva e todo dom perfeito são lá do alto, descendo do Pai das luzes, em quem não pode existir variação ou sombra de mudança” (Tiago 1.17). Mesmo o desejo dele de fazer crescer em santidade a nós e a nossos aconselhados nunca muda. Nossa esperança está segura porque Deus nunca muda.

Deus é soberano

Dizer que Deus é soberano é dizer que Deus é supremo sobre todos em cumprir seus propósitos eternos. O profeta Isaías registrou estas palavras de Deus, dizendo: “Porque eu sou Deus, e não há outro; Eu sou Deus, e não há outro semelhante a mim; que desde o princípio anuncio o que há de acontecer e desde a antiguidade, as coisas que ainda não sucederam; que digo: o meu conselho permanecerá de pé, farei toda a minha vontade” (Isaías 46.9-10). Deus é absolutamente livre para fazer o que quiser. Deus, em sua infinita sabedoria, também ordena provações e dificuldades para propósitos bons e sábios. E como Deus é perfeitamente bom e sempre faz o que é melhor, podemos descansar sabendo que o que ele traz é para o bem e para a sua glória.

Muitas vezes, quando alguma tragédia acontece, nosso objetivo como conselheiros e cuidadores é ouvir, chorar e encorajar com nossa presença. Mas quando as perguntas começam a chegar, não há rocha maior para descansar do que na soberania de Deus. Lembre-se das boas novas de que Deus tem o controle de todas as coisas.

Perguntas para reflexão

Como os atributos de Deus têm moldado o seu aconselhamento? Existem certos atributos que foram particularmente úteis? Como podemos mostrar aos nossos conselhos mais do caráter de Deus quando nos encontramos? Como gastar tempo meditando sobre os atributos de Deus pode beneficiar nossas próprias almas enquanto procuramos cuidar de outros?

 

[Este post, de autoria de Sean Gould*, foi originalmente publicado no blog da Biblical Counseling Coalition. Traduzido e adaptado por Lucas Sabatier, e republicado mediante autorização.]

*Sean é pastor na Igreja de Brook Hills, em Birmingham, Alabama. Ele recebeu sua formação nos programas de M.Div. e Th.M. do Southern Baptist Theological Seminary em Louisville, Kentucky.

Escrito por Lucas Sabatier

Lucas Sabatier é conselheiro certificado pela ACBC e doutorando (Ph.D.) em aconselhamento bíblico no Southern Baptist Theological Seminary (Louisville–KY). Obteve seu M.Div. no Faith Bible Seminary (Lafayette–IN, EUA) e Th.M. no Southern Baptist Theological Seminary. É também advogado formado na PUC–SP. Lucas é casado com a Isabella desde 2011 e é pai da Ana Luisa e da Sophie.

Ver todos os posts do autor →